Soncent

Soncent

segunda-feira, 9 de março de 2009

Mandiga a preto e branco



Fotografar o Carnaval a branco e preto pode soar a contra-senso, mas existe algo mais poético?

Foto de Tiago Leão

(O que comentava este blog quase todos os dias, há um ano ou quê, e que o abandonou, possivelmente para ler blogs melhores, donde se conclui que não me posso zangar.)

4 comentários:

Tiago disse...

Poético, não sei, mnina Eileen, mas às vezes a cor é sobrevalorizada. Eu vi um Carnaval cheio de sombras. E gostei. Bjs.

Eileen disse...

"Um Carnaval cheio de sombras"... A poesia continua. hihihi

Anónimo disse...

Este Tiago 'e o filho da Mami Estrela e do Leao Lopes?
Se for os nossos avos sao irmaos. por isso familia. E se for nao me espanta esse don para a fotografioa pois o nosso bisavo dedicava a fotografia ha ja muito tempo no seculo XIX com maquinas importadas da Galeria Lafayete em Paris. ed pois o seu pai 'e artista de belas artes e cineasta pois nao? ken sai us seus naun desnera a rasa nen flasa.

Diaza N ka tinha fazide bo un vzita Eileen. Ma e pur kauza de traboie y andansas pa es mund.

Abrase,

Guy Ramos

Anónimo disse...

Misterioso mandinga
de cor metálica
Metia medo
e até fazia chorar
cheio de forca e vibracão
mandinga traz sempre animacão
para o nosso velho carnaval!