Soncent

Soncent

terça-feira, 19 de maio de 2009

Mais uma deslocação...

Vocês já se habituaram e acho que eu também. Volta e meia, Soncent vai emitir de algum sítio diferente, testar a saudade. Desde uma arenosa Boa Vista, a uma fria Irlanda, a uma chuvosa Paris. Do Sal, de Barcelona... Pois é. Mais uma mudança. De onde, acho que ainda não digo...

16 comentários:

dudão disse...

Cannes....

Anónimo disse...

Para integrar a equipa "CockPit" da Cabo Verde Investimentos.
É o país em descalabro....

Fonseca Soares disse...

Da capital do país!
Força e sucesso!!!

Anónimo disse...

Parabens pa bo nova funsau y txeu suses na bo karera.

Guy Ramos

Eileen disse...

Obrigada, gente!

Anónimo disse...

Fonseca, bu devia ter vergonha na cara de kel comentario que bu pom li, seja consecuente!

Arsénio disse...

Muitos parabéns pelo nova função e que desempenhas sempre com muita dedidação, como é o teu timbre.

karine disse...

Parabens Eileen.
Boa sorte na nova função!

Eileen disse...

Obrigada, Arsenio e Karine. Estou num PC sem acentos, pelo que nao vou escrever muito...

KissFlower disse...

:)
Parabéns e força nisso.
Ter o Rui na equipa é fantástico!
Vai correr bem
Bijim

AP disse...

Que não te deslumbres
Que não te convertas,
Que não te vergues
Que não concordes


Que te levantes
Que surpreendas
Que os faça arrepender

Que assim espero!!!

Ivan disse...

Sinceramente, dar-te-ia os parabéns se a tua escolha tivesse tido como base o teu mérito profissional, mas assim...só posso desejar-te felicidades, que consigas ser a excepção a regra, e do nada reveles um talento até agora escondido.

Eileen disse...

Obrigada, gente. Vamos lá revelar talentos escondidos!

Gilson disse...

É uma pena que em CV as pessoas não progridam às custas dos seus méritos mas sim às custas dos seus contactos, padrinhos, partidos e capacidade de dizer sim senhor(a). E por incrível que pareça há quem ache isso normal.

Eileen disse...

Gilson, não havendo concurso, as pessoas são convidadas para os cargos. Devia haver concurso? Eu penso que sim. Mas às vezes reflicto: quando procuro uma empregada doméstica, se fizesse um concurso, certamente daria o emprego à que apresentasse o melhor CV, as melhores habilidades na cozinha, na limpeza, etc. Mas e se não confiasse nela? O CV dela não faria referência, claro, aos hábitos que ela tivesse de ler a minha correspondência, espreitar as minhas gavetas, ouvir as minhas conversas e levar consigo os meus anéis.

Devo esclarecer que esta foi a última referência a este assunto que aceitei neste espaço, quem tiver alguma coisa mais directa para me dizer, que o diga por e-mail, ou na minha cara. Vir fazer insinuações para toda a gente ler é que não me parece tão correcto.

Understood?

Anónimo disse...

Esse história de confiança política tem sentido, ma el ca pôde justifica qualquer opção... Ca ta fazê sentido bo contrata um engenheiro civil pa geri um bonK sô mode bo tem confiança política nel, principalmente kond quel bonK ca ê bossa e el ê de Estad...