Soncent

Soncent

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Encontro imediato do primeiro grau

Confesso que sempre vi os chineses como gente de um outro mundo. Pelo pouco contacto, pela língua, pelos milénios de história que a China tem e nós não, pelas pálpebras duplas, pelos segredos. Por toda a mística criada à sua volta. Uma vez disse à minha irmã mais velha que a posição dos europeus e americanos em relação aos negros era conhecida mas que não fazia ideia do que os orientais, os chineses em particular, pensariam do assunto. E ela respondeu-me: é fácil, Eileen: já os viste juntos nalgum lado?

Não tinha visto.

Cá em Cabo Verde, de há uns anos para cá, começamos a vê-los passar, a comprar nas suas lojas. Embora eu notasse que se davam relativamente bem com os seus empregados, eu continuava a sentir uma enorme distância e a observá-los com curiosidade. Na praia, a passear, com os filhos.

Mas ontem sim, ontem tive um encontro do primeiro grau, uma conversa que foi para além de eu perguntar quanto custa.

Fui pela quarta vez a uma oficina chinesa onde tinha encomendado umas redes. Parei a bicicleta ao pé da porta e a moça, enquanto imprimia o recibo, perguntou-me "Andas sempre de bicicleta?" Disse-lhe que nem por isso. e ela, outra vez "Quantas vezes por semana?" De vez em quando. E aí, apanhando-me completamente de surpresa, ela diz-me "Todos os dias de manhã, vou correr na praia. Para ficar... " ela faz um gesto, descendo ambas as mãos pelo corpo, para mostrar que queria ficar elegante.

Sorri. Descobri que afinal, somos todos a mesma coisa...

6 comentários:

Anónimo disse...

Nice! Gostei do post e da descoberta. We are all human after all. :-)

Anónimo disse...

com k enton bo tava ocha k bo eh inferior a um chinesa?
lendo entre linhas...

negro palavra de origem latina, k ta significah negah, utilizode pa bronque e ots grup etnico ta senti superior a os chamados negros intuit de humilhacar os mesmos.
ess tal palavredo negro fui criode durante a escravatura, e un ca sabe jah bo reparah k um monte cosas negativ eh chamode negro.

agora o k ta surprndem eh ess gent consegui lava cerebro dos tais "negros" k ate hoje ess ta continuah ta aceita ser chamode ess palavredo hororroso e ainda humilhod, e pior ainda eh es chamah ess mesmo negro?

eh mdjor bzot tmah cuitode ess mentalidade de pensah bronque eh superior k nos(pq n eh) se non um desses dias bzot ta passa ser raciode dente nos terra(ex sal e bvista) e isso eh deveras revoltante, imaginah raciot pa gente doente, bronque e estranger de repente ate pa amarel ja tud "raca" ta descriminah "negro".

un ta gostah sabe bo reasson frente um nordica racista?

Eileen disse...

Obrigada, Anónimos das 2h34.

Anónimo das 4h00: inferior? Não. Atê hoje, inda un ca sinti inferior a nenhum ot raça, nem mesmo a mnins mais grande que mim que tava dam pancada porque esh era mais fort. Acho que bo ca entendê nha post. E felizmente, un ca tem complexos de raça. Ess palavra negro, un prendel já grande, e tem ctheu gent, sobretudo na América, que ta classificá esh mess de negro, com orgulho, em oposição a "pret".

Arsénio disse...

Bai te prepará porque China já tma posto de 2ª maior economia mundial.

Anónimo disse...

21-10-010 1600 horas

un intendeh boh text perfeitamente bem pq un sabe leh e interpretah Portugues.

mnina valente, bo cre ser nha guarda costa?lol
ainda bem boh ca tem complex de "raca" e bom pa autoestima.

Ai tah sobretudo nas Americas. orgulho?
Do queh?
de morah na ghetto, ser maltratote, humilhode morto soh pq ess eh "negro".
please!!! Poupa-me
oia ess ta ate ta tenta mostra cientificamente ess eh menos inteligente.(ou seja burro)

ja-me ca ta dze mas nada, afinal mim ne advogada gente tem orgulho en ser humilhode,k ta gosta oprimi ess mesmo e ca ta acredita na ess mess.
tchau

obs mode un tinha dzid bronque eh poh Africanos esse palavrado horrorroso e ess poh ses "raca" nome caucasian com toda pompa.
hoje en dia nem nome cigano ca ta exiisti mas

mim ta classifica mim mess dgente un tem oi, nariz, boca, un ta anda k dois pes etc e tal

Anónimo disse...

Caramba! O que tens dentro desta cabeça menina!?