Soncent

Soncent

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Jogos inventados

Diz-se que hoje em dia ninguém inventa nada mas eu passo a vida a deliciar-me com canções novas, tão bonitas como não se imaginaria ainda possível, depois de Buarque ou Sting. Meras referências.

De maneira que não sei se inventei mesmo ou não - mas queria dizer que inventei dois jogos que podem ser jogados quando não dá para jogar outras coisas, tipo, quando estás a conduzir até ao Tarrafal ou a fazer uma caminhada higiénica. E funcionam para um minímio de duas pessoas, podendo no entanto funcionar igualmente para quem se encontra numa situação extrema, tipo, na solitária de uma cadeia durante duas semanas e não quer enlouquecer.

Então é assim: o primeiro chama-se Rapsódia, e consiste em os jogadores cantarem, por breves segundos, todas as canções de um determinado artista ou grupo. Tipo, eu jogo com a Nádia e ambas escolhemos, de comum acordo, músicas do Sting. Assim, penso para dentro de mim "já ganhei, no Sting ninguém me bate!" e começo:
- "Walking on the moon"
E ela:
- "Every breath you take"
E eu:
- I'm an English in New York"
E ela:
- "... king of pain"
E eu:
- "The dududu, the dadada
E ela:
- "Young teacher, the subject, of school girl..."
E eu:
- ... sei que o título é brand new day mas não sei entoar a canção... perco-me, fico presa à melodia de Every breath you take...
E a Nádia ganha um a zero e para compensar escolho a Nina Simone, em que sou mestre mas ela não aceita...

2 comentários:

Nadia disse...

Sou mesmo incrivel. Ganehi o jogo sem jogar!!

Eileen disse...

Simulações... o primeiro jogo não vale. Só me ganhas se for R&B!!